Heartfulness – Sendo o meu melhor

Heartfulness – Sendo o meu melhor

June 27, 2015 Articles 0

Como nos tornar melhor em alguma coisa? Ou como nos tornar possivelmente o melhor em nossa respectiva função ou situação de vida? Se sou um estudante, como posso me tornar o melhor aluno possível? Se eu sou

Como nos tornar melhor em alguma coisa? Ou como nos tornar possivelmente o melhor em nossa respectiva função ou situação de vida? Se sou um estudante, como posso me tornar o melhor aluno possível? Se eu sou músico, como faço para me tornar o melhor músico possível? Como posso me tornar o melhor trabalhador, o melhor professor ou o melhor pai possível? Se acredito no Budismo, como posso ser o melhor budista? Ou o melhor cristão, o melhor “o que quer que seja”?

Resumindo, como me tornar o melhor ser humano possível?

A resposta é simples – colocando o meu coração integralmente em tudo o que faço.

Parece simples? É simples, mas não é fácil!

O que me impede de colocar meu coração totalmente em qualquer coisa? Talvez eu me distraia. Ou talvez, eu tenha muitas coisas para fazer ao mesmo tempo. Ou talvez eu não esteja realmente gostando do que estou fazendo, ou não esteja convencido disso. Estou fragmentado ou dividido em diferentes maneiras. A capacidade total do meu coração está dividida em vários fluxos que se diluem ainda mais em pequeninos riachos.

Como faço para integrar essas partes fragmentadas do meu ser em um único canal que me permite ser o melhor que posso ser, em qualquer situação?

Meditando no coração. Os sentidos e a mente são treinados para apreciar a diversidade do mundo em todas as suas manifestações gloriosas. A mente é o melhor instrumento para analisar, dissecar e entender as coisas ao nosso redor. Mas para juntar as coisas, para integrar, precisamos de uma capacidade diferente. Precisamos de algo além da mente e dos sentidos.

Este é o domínio do coração – juntar para reunir e fazer o todo. Como podemos acessar o coração? Como podemos aprender sua linguagem? Usando a mente para meditar no coração.Este é o domínio do coração – juntar para reunir e fazer o todo. Como podemos acessar o coração? Como podemos aprender sua linguagem? Usando a mente para meditar no coração.

Todo mundo conhece os benefícios da meditação e consegue entender a importância do coração. Mas como é que ela realmente deve ser feita? Nós nos esforçamos para ficar parados sentados por mais do que alguns minutos e parece ser impossível controlar a louca corrida de pensamentos. A mente tem sido comparada a um macaco, cuja natureza é inquieta, que teve o consentimento de beber muito vinho, e, em seguida, é picado por um escorpião e depois possuído por um demônio! Como podemos entrar em sintonia com o coração, quando somos confrontados com a intoxicação do desejo, picado por nossos ciúmes e possuídos por um ego implacável?

Há uma energia natural que está disponível para todos nós e que nos ajuda a meditar no coração. Alguns a chamam de “transmissão” e ela sempre esteve presente. Na transmissão de rádio, um receptor precisa ser ajustado para uma determinada frequência para pegar um sinal. Da mesma forma, nosso coração precisa ser ajustado para ser receptivo a essa energia natural de transmissão.

A meditação Heartfulness ajuda a sintonizar-nos a fim de receber essa transmissão e utilizá-la para meditar no nosso coração. Isso nos ajuda a integrar, em um único canal, nossas diversas capacidades dissipadas, bem como nossos eus fragmentados.

Ao fazer isso, progressivamente nos tornamos cada vez melhores em tudo o que fazemos, e, finalmente, nos tornamos o melhor ser humano possível!

Para experimentar essa transmissão única, você está convidado para primeiro tentar esta prática de meditação Heartfulness por conta própria. Quando estiver pronto, você pode meditar com um instrutor, que irá ajudá-lo a afinar o seu coração a fim de que você se torne cada vez mais receptivo, até que você possa meditar e experienciar os efeitos da transmissão sozinho.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *